Tratamento anticaspa não diminui com o tempo

ANÚNCIO

Um artigo desmistificou a crença de que o uso contínuo de produtos para tratamento anticaspa diminui sua eficácia com o passar do tempo.

A dermatite seborreica e a caspa são condições crônicas do couro cabeludo que necessitam de tratamentos de longo prazo. No entanto, os usuários acreditam que os benefícios do tratamento com o mesmo produto diminui com o tempo (este efeito é chamado de taquifilaxia quando há a necessidade de doses cada vez maiores).

Foto: GettyImages / Divulgação.

Neste estudo, Schwartz e colaboradores, por meio de 722 dermatologistas, avaliaram clinicamente dois xampus contendo, respectivamente, 1% e 2% de piritionato de zinco com um placebo em 24 e 48 semanas de tratamento. Os produtos foram utilizados por voluntários e os resultados avaliados pelos dermatologistas foram a presença de descamação.

 

Eles descobriram que 64% dos dermatologistas acreditavam que a taquifilaxia de fato ocorresse com produtos a base de piritionato de zinco (Zinc Pirythione) em três meses de uso. No entanto, não foi encontrada qualquer evidência de taquifilaxia em tratamentos com xampus a base piritionato de zinco para dermatite seborreica e caspa.

Opinião do autor: Apesar de vago, o artigo é positivo, pois mostra em dados numéricos o que os profissionais da cosmetologia já sabem, mas não conseguem convencer seus clientes e consumidores. Além disso, o tratamento da dermatite seborreica e da caspa ultrapassa o uso contínuo de um xampu. É necessário observar a alimentação, as condições climáticas, o emocional e, para a satisfação dos brasileiros, é necessário um condicionador para complementar o tratamento.

Fonte:
Schwartz, J.R; Rocchetta, H.; Asawanonda, P.; Luo, F.; Thomas, J.H. Does tachyphylaxis occur in long-term management of scalp sebhorreic dermatitis with pyrithione zonc-based treatments? International Journal of Dermatology, v.48, n.1, p.79-85, January, 2009.
Texto atualizado em 30 de maio de 2016.
ANÚNCIO