Alternativas conservantes

publicado

Mesmo sem a confirmação da suspeita sobre os parabenos, muitas empresas decidiram apelar para as fórmulas livres desses conservantes (paraben-free). E neste momento, alguns fornecedores disponibilizaram muitas opções aos profissionais do desenvolvimento, entre eles Rohm & Haas, Ashland, Schülke & Mayr, Dow e Lipo.

Como os fornecedores também não pararam de apostar nos parabenos, apresento também algumas opções de blends com os derivados do ácido p-hidroxibenzóico.Espero que a tabela seja útil, mas ressalto que é de extrema importância observar a legislação vigente pelo portal da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre os conservantes aprovados e os respectivos percentuais de uso.

Clique na figura para ampliar a tabela.

Opinião do autor: modifiquei esse post inúmeras vezes e continuo pouco satisfeito com ele. A decisão em postá-lo está longe de trazer um sumário de todos os conservantes disponíveis, pois isso levaria meses para ser feito com precisão. Ao contrário, a intenção deste post é trazer opções de conservantes com e sem parabenos. Trata-se de uma tabela que deve ser feita por cada formulador e alimentada a medida que novos produtos são lançados e outros retirados do mercado. Bom proveito! E não se esqueçam que apenas o teste desafio do conservante (Challenge Test) pode predizer a eficácia de um sistema conservante em uma formulação.

Por Gustavo Boaventura

Criador e Diretor de Conteúdo. Farmacêutico Industrial pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Especialista em Pesquisa & Desenvolvimento de Produtos Cosméticos. Mestre em Comunicação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) com foco no consumo de cosméticos masculinos. Bacharel em Administração pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Experiência em Pesquisa & Desenvolvimento de produtos capilares. É o idealizador e criador do Cosmética em Foco e escreve desde 2007.