Estudar cosméticos nos Estados Unidos

ANÚNCIO

Você está pensando em estudar cosméticos nos EUA, mas não sabe exatamente pra onde ir ou quais Universidades fazem pesquisa nesta área? Neste artigo apresentamos algumas informações úteis pra quem pretende viajar ou se mudar para os EUA e estudar ‘ciência cosmética’ por lá! Alguns desses cursos estão disponíveis no modo online, então talvez seja possível fazê-los aqui do Brasil mesmo. Se algum curso lhe chamar a atenção, entre em contato diretamente com a Universidade responsável para obter mais informações.

estude cosmetologia ou ciência cosmética nos EUA.
Apesar de não ser tão tradicional quanto a França ou a Itália, ou tão progressista quanto a Coréia do Sul e o Japão, os EUA têm opções interessantes para quem quer aprender mais sobre cosméticos.
Foto: galzpaka / FreeDigitalPhotos.net

Antes de começar a pesquisar sobre cursos de graduação e pós-graduação em cosmética nos EUA, é importante perceber que há uma distinção muito relevante entre ‘cosmetologia’ e ‘ciência cosmética’ por lá. Diferentemente do Brasil, nos EUA o termo cosmetologia é limitado ao estudo da aplicação de procedimentos de beleza, ou seja, os cosmetólogos são profissionais treinados e licenciados para aplicar cosméticos na pele, unhas e cabelos. Portanto, profissionais que praticam estética, coloração capilar, manicure, pedicure, e outros cuidados cosméticos passam por uma formação em cosmetologia. Já o desenvolvimento e pesquisa de produtos cosméticos é referido como ciência cosmética ou química cosmética, e normalmente requer um treinamento mínimo em química, formulação e controle de qualidade. Cuidado para não confundir os conceitos!

Dito isso, vale lembrar também que é mais difícil conseguir recursos do governo para realizar pesquisas em cosméticos nos EUA, pois a ciência cosmética não é considerada de alta prioridade pelas agências de amparo à pesquisa. Mesmo para a área de dermatologia não há muitos editais de fomento, com exceções para câncer de pele e outras doenças de incidência alta. Portanto, a maior parte do financiamento para este tipo de pesquisa vem da iniciativa privada, e somente as Universidades que conseguem manter uma boa relação com as empresas é que desenvolvem mais trabalhos na área cosmética. Isso explica porque não há tantas Universidades assim com formação ou pesquisa em ciência cosmética nos EUA.

o evento Cosmetic Science in Academia reuniu estudantes, profissionais e pesquisadores para discutir a formação em ciência cosmética
Participantes e palestrantes no evento Ciência Cosmética na Academia, realizado em Totowa – Nova Jérsia – EUA.
Foto: gentilmente cedidas pela NYSCC.

ANÚNCIO

De fato, apenas as cinco Universidades citadas nos próximos parágrafos foram identificadas pela organização do evento “Ciência Cosmética na Academia”, realizado em 13 de março de 2019, pela filial da Sociedade de Químicos Cosméticos em Nova Iorque (NYSCC). O evento permitiu que aspirantes a estudantes, estudantes, professores e profissionais da indústria se encontrassem para conhecer as oportunidades de aperfeiçoamento profissional e científico na Costa Leste dos EUA. O Cosmética em Foco participou do evento e apresenta aqui um resumo do que foi discutido por lá.

A Universidade de Toledo (Ohio) reivindica ser a única Universidade do país a oferecer um programa de graduação exclusivamente em ciência cosmética e design de formulações. Trata-se de uma formação de 4 anos, oferecida pela Faculdade de Farmácia e Ciências Farmacêuticas, com uma abordagem que combina ciência, marketing, e estágios curriculares. No entanto, a Universidade de Toledo não oferece cursos de pós-graduação nesta área.

estudantes de graduação recebem 1000 dólares por melhor pôster apresentado no evento ‘Ciência Cosmética na Academia’
Estudantes da Universidade de Toledo receberam o prêmio de melhor pôster por seu trabalho a respeito do efeito de emolientes sobre o fator de proteção solar e a fotoestabilidade de filtros ultravioleta.
Foto: gentilmente cedidas pela NYSCC.

Já a Universidade de Cincinnati (Ohio) oferece um curso de graduação em química ou biologia com ênfase em ciência cosmética (opcional), assim como cursos de pós-graduação. Na modalidade de pós-graduação em ciência cosmética, a Faculdade de Farmácia oferece cursos de mestrado e especialização online ou presencial, e também um doutorado presencial. A Universidade de Cincinnati reivindica ser o berço da educação superior em ciência cosmética nos EUA, pois desde 1973 oferece curso de mestrado com ênfase na área. Também é a Universidade que mais realiza pesquisas em ciência cosmética nos EUA e tem a grande vantagem de estar localizada na mesma cidade que a sede da Procter & Gamble, um de seus grandes parceiros de pesquisa.

Mais próximo a Nova Iorque, temos o Mestrado em Administração e Ciências (MBS) em Cuidados Pessoais, oferecido pela Universidade Rutgers (Nova Jérsia). Trata-se de um diploma de pós-graduação que conta com a dualidade de um MBA (especialização em administração) e um mestrado profissional científico. Disponível presencialmente desde 2011, e na versão online desde 2019, este programa foi criado para atender uma demanda da indústria cosmética por mais líderes em cargos técnicos e científicos, como gerentes de P&D. Em vez de escrever uma dissertação, os alunos são incentivados a trabalhar em grupo para criar e apresentar um plano de negócios na área cosmética. Além disso, o programa de mestrado e doutorado em ciências farmacêuticas da Rutgers tem algumas linhas de pesquisa na interface da dermatologia e cosmética.

ANÚNCIO

Há também a Universidade Farleigh Dickinson (Nova Jérsia), que fica bem próxima à Manhattan, e desde 1982 oferece um mestrado em ciência cosmética em sua escola de ciências naturais.

foto com os representantes das cinco Universidades com programas em ciência cosmética
Da esquerda para a direita: a) Prof. Dr. K. P. Ananth da Universidade de Cincinnati, b) Profa. Abbe Rosenthal da Universidade Rutgers, c) Prof. Steve Herman da Universidade Farleigh Dickinson; d) Prof. Dra. Gabriela Baki da Universidade de Toledo, e) Prof. Dr. Mahendra Dedhyia da Universidade de Long Island – Hudson.
Foto: gentilmente cedidas pela NYSCC.

E fechando o painel de cinco instituições há a Universidade de Long Island (Nova Iorque), que seja em seu campus no Brooklyn ou em Hudson, oferece um mestrado em medicamentos com especialização em ciência cosmética. Este programa está disponível presencialmente ou online. No entanto, a infraestrutura e as iniciativas de pesquisa da Universidade Farleigh Dickinson e da Universidade de Long Island são consideravelmente menores que as Universidades citadas anteriormente.

Faixa bônus: o seguinte não foi contemplado no evento, mas caso o seu foco não seja exatamente ciência cosmética ou pesquisa, o Fashion Institute of  Technology (Nova Iorque) oferece um curso de graduação em Marketing de Cosméticos e Fragrâncias com noções de formulação. Esta instituição também oferece um programa de educação continuada online chamado Essenciais da Indústria da Beleza. E o Instituto Pratt (Nova Iorque) oferece um Certificado Avançado em Perfumaria, em parceria com a escola francesa Cinquième Sens, que não é tão intenso quanto uma formação na França, mas é uma boa introdução à criação de perfumes.

As informações descritas aqui eram atuais até a data do evento ‘Ciência Cosmética na Academia’. Para mais informações sobre esses cursos, entre em contato diretamente com as instituições realizadoras. Bons estudos!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.