Os pesquisadores da Dow Corning (link em inglês) quebraram um paradigma do mercado de produtos para os cabelos. A partir da necessidade de quantificar o frizz independente do volume do cabelo, eles criaram um novo método para testar o controle do frizz, o Frizz Index.

A nova ferramenta possibilitará descrever a forma e a aparência das mechas, permitindo aos formuladores o desenvolvimento de fórmulas que efetivamente irão “domar” o frizz e o chamado “flyaway”. O que se tinha disponível até hoje eram análises sensoriais e por imagem, que forneciam apenas avaliações qualitativas e próprias de cada avaliador (laboratório ou empresa).

A ferramenta quantitativa Frizz Index será apresentada na próxima semana durante a SCC Annual Scientific Meeting, em Nova Iorque. Com isso, a Dow Corning espera contribuir com os novos desenvolvimentos de produtos para os cabelos, uma vez que o controle do frizz é desejado por praticamente todas as mulheres em todo o mundo.

Nem tão novo assim

Para quem vive nos Estados Unidos Brasil, o site Accuweather.com já oferece um serviço simples de cuidado com o frizz de acordo com a umidade relativa. Além da previsão do tempo, é possível que a pessoa também já faça uma previsão de como estará seu cabelo naquela semana e já se prevenir para evitar surpresas ao longo do dia. É uma conta simples: quanto maior a umidade relativa, mais frizz. Por enquanto a informação só está disponível em inglês.

Opinião do autor: O serviço de previsão do tempo é uma ótima saída para evitar os famosos “bad hair days”. Bem diferente do Frizz Index, cuja proposta é quantificar o frizz e ajudar os formuladores na criação de fórmulas mais eficazes contra esse “vilão” dos cabelos.

Fonte: Specialchem.

Artigo anteriorEntrevista – é tempo de planejar?
Próximo artigoDevaCurl No-Poo
Gustavo Boaventura
Criador e Diretor de Conteúdo. Farmacêutico Industrial pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Especialista em Pesquisa & Desenvolvimento de Produtos Cosméticos. Mestre em Comunicação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) com foco no consumo de cosméticos masculinos. Bacharel em Administração pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Experiência em Pesquisa & Desenvolvimento de produtos capilares. É o idealizador e criador do Cosmética em Foco e escreve desde 2007.