Você, provavelmente, já ouviu falar muito sobre o colágeno e como essa molécula é requisitada na nossa pele. Mas o que, de fato, é o colágeno e como essa proteína é formada em nosso organismo? Será que realmente ela é tão importante assim? É o que iremos tratar a seguir.

O colágeno é uma proteína fibrosa composta basicamente pelos aminoácidos glicina, prolina, hidroxiprolina, lisina e hidroxilisina e é encontrada nos tecidos conjuntivos do corpo, tais como ossos, tendões, músculos e pele. Ele é sintetizado pelos fibroblastos na região da derme, que é a camada da pele mais próxima da epiderme.

 

Estrutura do colágeno.
Foto: Cosmética em Foco.

Os fibroblastos não conseguem sintetizar uma proteína grande como o colágeno, dessa forma as moléculas de colágeno são secretadas na forma de pró-colágeno, composto pelos aminoácidos glicina, prolina e lisina. Posteriormente o pró-colágeno é degradado em três cadeias que se entrelaçam em conformação tripla hélice, formando uma nova molécula que é chamada de tropocolágeno. A associação de várias moléculas de tropocolágeno dará origem às fibras colágenas. Vale ressaltar que a presença de oxigênio, ferro e vitamina C colaboram no processo de formação do tropocolágeno.

A estrutura em tripla hélice da fibra de colágeno é responsável por fornecer uma grande resistência às forças de tensão, bloqueando a capacidade de estiramento da pele. A elastina, fibras elásticas formadas na derme, fornece elasticidade garantindo mobilidade à pele quando necessário, como por exemplo na gravidez. O colágeno é muito importante para a proteção da elastina da pele, controlando a capacidade de estiramento da elastina para que essas fibras elásticas não arrebentem. Quando as fibras de colágeno não suportam segurar o estiramento da elastina, ocorre o rompimento de ambas as fibras e consequentemente do tecido epidérmico, dando origem às famosas e indesejáveis estrias.

Colágeno nos cabelos

Sabe-se que o colágeno é importante para garantir a tonicidade e firmeza da pele e auxiliar na saúde dos cabelos, mas será que o uso de cosméticos com colágeno proporcionará essa ação?

Por se tratar de uma macromolécula, o colágeno não terá capacidade de permear às camadas mais profundas da pele e nem intensificará a produção de colágeno natural. No entanto, estamos falando de uma molécula higroscópica, ou seja, ela tem capacidade de absorver água do ambiente e manter essa umidade na pele, o que a torna um ativo com alto poder de hidratação. Nos cabelos o colágeno agirá na parte externa do fio, atuando na retenção de água e uniformizando as cutículas danificadas.

Estudos comprovam que a hidratação auxilia na saúde da pele e cabelos, proporcionando sensação e toque agradável. Quando a pele está hidratada, a formação de rugas é minimizada e a barreira cutânea desempenha seu papel com mais eficácia, protegendo a pele contra os efeitos do ambiente externo. Por esta razão o uso de cosméticos com colágeno será sempre benéfico para a hidratação cutânea e haste capilar.

Suplementos de colágeno funcionam?

A ingestão de cápsulas de colágeno, terá algum efeito na pele? Essa é uma questão de estudo constante. Até o momento, estudos mostram que a ingestão de colágeno atua na função da barreira cutânea, melhorando as características viscoelásticas da pele e saúde dos cabelos e unhas. Outros estudos indicam que a ingestão de suplementos a base de colágeno pode estimular a produção de pró-colágeno, porém mais pesquisas devem ser realizadas para tal comprovação.

A perda de colágeno está associada à perda de elasticidade da pele.
Foto: Rido.

Por ser uma proteína, o colágeno quando ingerido é digerido nas formas de seus aminoácidos, que terão sua ação em diversas maneiras no organismo, não necessariamente retornando à sua forma de proteína colágena. Poderão agir não somente na pele e cabelos, mas também em articulações, músculos e anticorpos, conforme for a necessidade de seu organismo.

A ingestão de proteínas é fundamental para a saúde do organismo, assim como pele e cabelos, e elas podem ser consumidas através da alimentação. Portanto se você mantém uma dieta equilibrada com um consumo de proteínas de boa qualidade, água e vitaminas já estará proporcionando matéria-prima para a produção de colágeno e outras proteínas necessárias para seu organismo. Caso sua dieta seja limitada, o uso de suplementos proteicos pode ser uma alternativa como fonte de nutrientes. Mas sempre com orientação médica, eles são os únicos que poderão indicar a melhor solução.

Referências:

FERNANDEZ, Helen M. Skin Moisturizing Product and Process. Depositante: Helen M. Fernandez. US4942153. Depósito: 3 fev. 1987. Concessão: 17 jul.1990.

HARRIS, Maria Inês Nogueira de Camargo. Pele: do nascimento à maturidade. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2016.

Proksch, E., Schunck, M., Zague, V. et al. Oral intake of specific bioactive collagen peptides reduces skin wrinkles and increases dermal matrix synthesis. Skin Pharmacol Physiol 2014; 27: 113–9.

Proksch, E., Segger, D., Degwert, J. et al. Oral supplementation of specific collagen peptides has beneficial effects on human skin physiology: a double-blind, placebo-controlled study. Skin Pharmacol Physiol 2014; 27: 47–55.

SILVA, Tatiane Ferreira; PENNA, Ana Lúcia Barretto. Colágeno: Características químicas e propriedades funcionais. Rev Inst Adolfo Lutz. São Paulo, 2012; 71(3):530-9.

2 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde, estou encantada com esse site e riqueza de informações.
    Sou farmacêutica e adorei a iniciativa de trazer tantas informações baseada em estudos e conhecimento por profissionais da área.
    Não conhecia, estudando e fazendo buscas encontrei o site de vocês.

    Obrigada por tanto ^^

    • Obrigado pela sua mensagem! Nos dedicamos bastante para difundir o conhecimento e encantar cada vez mais pessoas interessadas na ciência por detrás dos cosméticos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui