Pós-Graduação em Cosmetologia

ANÚNCIO

Em um dado momento da carreira, seja no início ou já após alguns anos de trabalho na área cosmética, o profissional se depara com uma dúvida: fazer ou não fazer uma pós-graduação? Em primeiro lugar, não há uma resposta universal a esse questionamento. Em caso afirmativo, que tipo de pós-graduação fazer? Tem na área de interesse? Mudar bruscamente o foco? Ser mais especialista ou mais generalista? Lato sensu ou stricto sensu (mestrado e doutorado)? Consigo conciliar trabalho, família e estudo? É nesse caminho que vamos seguir nesse texto. Vem com a gente porque hoje o assunto é pós-graduação em cosmetologia.

Estudante de pós-graduação em cosmetologia
Qual o momento certo de se fazer uma pós-graduação em cosmetologia.
Foto: nenetus / FreeDigitalPhotos.net

Primeiro é necessário entender o que é uma pós-graduação, pois existem diversos cursos disponíveis no mercado, mas só é considerado pós-graduação o curso com carga horária mínima de 360 horas para ser considerado um curso de especialização lato sensu. Os demais cursos com carga horária inferior são considerados cursos de educação continuada, destinados principalmente à atualização do profissional em sua área de atuação. No entanto, para quem pretende conhecer uma nova área e saber se é uma boa trajetória para sua carreira, vale mais a pena investir em um curso de educação continuada, palestras ou workshops primeiro.

Para que um curso de carga horária acima de 360h tenha reconhecimento como lato sensu, o certificado deve ser emitido por uma Instituição de Ensino Superior (IES). Caso contrário, sua pós-graduação e investimento de tempo de dinheiro de quase dois anos será toda convertida em um curso de aperfeiçoamento profissional, que tem a mesma validade que um curso de educação continuada. Por outro lado, apesar de não valer como pós-graduação profissionalizante para o MEC, os cursos podem ser reconhecidos pelos conselhos de classe profissional e, o mais importante, pelas empresas e profissionais do mercado. Então, se o seu objetivo é o título (para usar em concursos e para poder ser professor), escolha uma instituição que possa fornecer um certificado válido de pós-graduação lato sensu. Mas se o seu objetivo é explorar mais o conhecimento na prática profissional, escolha a instituição com o curso mais completo e com professores com mais experiência. Os cursos de pós-graduação lato sensu são de conteúdo mais abrangente e como requisito à obtenção do certificado, o estudante tem que elaborar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) – antigamente conhecido como monografia.

Já o temo pós-graduação stricto sensu compreende os cursos de mestrado e doutorado e ao final do curso, o estudante recebe um diploma (não um certificado como nos outros cursos de menor duração). São cursos mais específicos em que o estudante aprofunda o conhecimento em uma única área em um período médio de 24 a 48 meses de duração, com extensa carga horária em sala de aula e dedicação total à pesquisa e elaboração de sua dissertação (para os cursos de mestrado) e tese (para os cursos de doutorado), seguida de sua defesa e arguição para uma banca de professores.

ANÚNCIO

Quando fazer uma pós-graduação?

Para a headhunter Viviane Morgado, da DuoV Consultoria “no início da carreira, a graduação e a fluência em idiomas são fatores fundamentais para a obtenção de uma boa oportunidade profissional”. Com o tempo e uma certa experiência na área desejada, aí sim chega o momento ideal de cursar a pós-graduação. “Inclusive será mais proveitosa, pois o profissional assimilará um conteúdo muito maior, pois estará vivenciando na prática”, destaca Viviane.

O crescimento do mercado cosmético dos últimos anos, fez aumentar a demanda por profissionais mais capacitados e competentes, com habilidade para atuar principalmente em Pesquisa & Desenvolvimento , Controle de Qualidade, Produção e Garantia da Qualidade. Assim, a qualificação pode tanto vir da vivência durante a graduação e da experiência profissional quanto de cursos de educação continuada e pós-graduações.

“O curso de pós-graduação em cosmetologia é uma oportunidade para profissionais que têm interesse em crescer em sua área de atuação ou para aqueles que visam mudar de área e ingressar na área cosmética”, é a opinião de Cristal Cerqueira e Emeli Araújo, professoras do curso de Pós-Graduação em Cosmetologia da Unisuam, no Rio de Janeiro. Elas também acham que o curso é útil tanto para quem está ingressando no mercado quanto para quem já está nele. “Em ambos os casos, os profissionais terão oportunidade de entrar em contato com profissionais experientes que atuam em pesquisa e inovação, produção e avaliação de produtos cosméticos”, comentam.

Para quem busca recolocação no mercado em uma área diferente da que possui experiência, Viviane destaca que uma pós-graduação na nova área é sempre positiva, porque “a pós-graduação é a formação mínima esperada pois representa o aperfeiçoamento do estudo, reciclagem e atualização. Ela sempre enriquece o currículo. Além disso proporciona o contato com especialistas da área, expansão de networking e consequentemente informações sobre as vagas de trabalho disponíveis no mercado”.

ANÚNCIO

Onde fazer um curso de pós-graduação em cosmetologia?

Para quem decidiu que está na hora de fazer um curso na área cosmética, agora precisa escolher o principal: a instituição e o curso. Conheço bem a diferença entre as modalidades de cursos, pois fiz pós-graduação profissionalizante e mestrado. No entanto, como sou professor em duas instituições, prefiro manter o distanciamento e deixar que cada um busque o achar melhor às suas necessidades.

Qual a melhor hora de fazer pós-graduação?
Pesquise antes de fazer uma pós-graduação. Foto: artur84 / FreeDigitalPhotos.net

A headhunter Viviane Morgado destaca que a instituição onde a pós-graduação foi cursada é um fator de peso em um processo seletivo. “Muitas empresas já iniciam o processo seletivo pelos nomes das universidades. Porém, a medida que as fases avançam, habilidades de comunicação, relacionamento e outras características podem se sobressair ao nome da instituição”.

Então, conhecer a reputação da instituição com ex-alunos ou com profissionais do mercado é um fator importante no início de um processo seletivo, mas as suas características pessoais também serão levadas em consideração. Isso significa que de nada adianta ter feito todos os cursos existentes se você não tiver perfil para a área desejada. Nesses casos, o mais aconselhável é buscar orientação vocacional ou até mesmo um coaching.

ANÚNCIO

Para quem quiser pesquisar as instituições e os cursos disponíveis, neste outro texto do Cosmética em Foco temos uma lista com as principais instituições que oferecem cursos de pós-graduação em cosmetologia.

Referências:
Portal MEC.
Sites das instituições citadas.

Comentários estão fechados.