Cosméticos e marcas de cosméticos podem e devem atuar como instrumentos de transformação social, conforme já defendeu nossa colega Gisely Spósito neste texto sobre Marketing Social.

Com todos os problemas socioambientais de dimensões sem precedentes que temos hoje (ex.: migração de refugiados, corrupção em larga escala, catástrofes ambientais como a de Mariana – MG etc.), interagir com a sociedade buscando uma mudança de comportamento que faça do mundo um lugar melhor é uma atitude que não pode ser vista como só mais uma “jogada de marketing”. As marcas precisam ficar espertas! Muito em breve, é possível que “marcas sem atitude” se tornem bens de terceira escolha para os consumidores.

É preciso planejar a atitude da sua marca e colocar tal atitude em prática antes que os consumidores tomem a atitude de ignorar ou definir o seu produto por conta própria.
Defina a atitude da sua marca antes que o mercado defina você
Foto: Stuart Miles / FreeDigitalPhotos.net

Pelo menos as grandes marcas multinacionais parecem já ter percebido a necessidade de fazer algo mais pelos consumidores, pela sociedade, pelo mundo e, preferencialmente, fazer isso de forma legítima. Por exemplo, o Cosmética em Foco já mostrou a parceria bacana entre a L’Oréal e a UNESCO para incentivar o trabalho de mulheres cientistas, bem como promover a paixão pela ciência em jovens estudantes, por meio do Prêmio Mulheres na Ciência.

Outra iniciativa divulgada recentemente no Fórum Econômico Mundial é a parceria entre a Procter & Gamble e novamente a UNESCO. Segundo os parceiros, a ideia do projeto é mudar o mundo das mais de 325 mil garotas sírias refugiadas na Jordânia, por meio da educação e do desenvolvimento de habilidades vocacionais para o mercado de trabalho global.

É claro que a maioria das marcas não tem como investir em projetos sociais de proporções tão abrangentes como as grandes multinacionais. Mas certamente há algo que possa ser feito, mesmo que seja de repercussão mais localizada.

Além do mais, promover projetos sociais é apenas uma maneira de mostrar que a sua marca tem atitude. Algumas empresas engajam na defesa aos animais ou no uso de produtos orgânicos, por exemplo. O importante é refletir sobre o tipo de atitude que você quer transmitir ao consumidor! Depois, em um mundo tão carente como o de hoje, encontrar uma necessidade que careça do apoio da sua marca não deverá ser complicado…

Referências
WHITEHOUSE, L. P&G and UNESCO partner to offer refugee girls education program. Cosmetics Design Europe, jan. 2007. Acesso em: 30 jan. 2017.