Sustainable Cosmetics Summit South America 2013

ANÚNCIO

Com três dias de atividades, de 18-20/09 no Hotel Pestana São Paulo, a edição 2013 deste evento organizado pela consultoria britânica Organic Monitor reuniu mais de 80 entidades do setor cosmético, entre fabricantes, fornecedores, associações, mídia e academia, com o propósito de debater soluções sustentáveis em cosmética.

A SCS 2013 teve como foco as embalagens sustentáveis, e tratou também de temas como formulações verdes, melhores práticas de sustentabilidade e inovações de marketing. Foram realizadas duas oficinas, uma sobre embalagens e outra sobre segurança de ingredientes vegetais. Além disso, o evento possibilitou intensa troca de experiências e networking entre os participantes.

O Cosmética em Foco gostaria de ressaltar alguns pontos como resumo dos principais debates, por exemplo:

a) a sustentabilidade é formada pelos pilares ambiental, social e econômico, ou seja, não basta ser bom para o meio ambiente ou para o indivíduo, é preciso ser bom para as gerações e os negócios futuros. Para ser sustentável, é preciso compreender como as nossas decisões afetam o caixa da empresa, o cliente, a sociedade, e as famílias daquela comunidade que dependem das empresas para garantir a sua renda;
b) o Brasil tem uma biodiversidade muito rica que precisa e pode ser melhor utilizada, mas também possui muita riqueza cultural e artística que pode ser refletida nos cosméticos como uma alternativa para a inovação sustentável;
c) os consumidores não acreditam que as empresas sejam tão sustentáveis quanto dizem. Por isso, a melhor forma de se fazer o marketing sustentável é por meio de ações sustentáveis. Mais do que fazer para falar que faz, é preciso fazer e mostrar ao consumidor o que ele tem a ganhar quando opta por uma marca sustentável.
d) os ingredientes de origem vegetal estão diretamente ligados à sustentabilidade, mas os dados sobre sua segurança ainda são precários. Os fabricantes precisam exigir mais (mais informações, mais rastreabilidade, mais clareza etc.) de seus fornecedores, para que o Brasil possa oferecer ao mundo o que tem de melhor, com toda a qualidade que é possível alcançar.
e) a fim de lidar com o impacto das embalagens, a regra dos três Rs (reduzir, reutilizar e reciclar) ainda é bastante importante. Foram apresentadas soluções que já estão no mercado como: novos materiais com reduzido teor de plástico, por ex.: plástico + fibras vegetais, bioplásticos, plásticos reciclados, iniciativas de coleta de embalagens primárias e secundárias, bem como o design inteligente, que reduz a quantidade de plástico necessária na embalagem.

Nós esperamos que estes tópicos inspirem os leitores e agucem a sua criatividade, no sentido de propor soluções sustentáveis adaptadas aos seus locais de trabalho.

ANÚNCIO

A equipe do Cosmética em Foco está a sua disposição!

Comentários estão fechados.