Um pouco sobre os esfoliantes

ANÚNCIO

Produtos esfoliantes são uma categoria única de produtos de higiene que focam em limpar, condicionar e tratar a pele. A esfoliação é a etapa que a maioria das pessoas deixa de seguir em sua rotina semanal de cuidados com a pele, mas muitos percebem uma diferença imediata se começam a esfoliação apropriadamente. As partículas sólidas tipicamente presentes nestes produtos promovem a remoção da superfície cutânea, seu condicionamento e rejuvenescimento.

A maioria destes produtos contém óleos essenciais (veja o post sobre óleos essenciais) e uma fragrância agradável.

Esfoliantes não aquosos

Geralmente utilizam abrasivos solúveis em água, como sal ou açúcar, promovendo a limpeza associada ao condicionamento e tratamento. Os produtos formulados com sal são mais arenosos que aqueles formulados com açúcar. Além disso, não são recomendados para peles secas nem para o rosto. Por outro lado, os produtos a base de açúcar são excelentes escolhas para esta região.

A formulação é bastante simples: estes abrasivos encontram-se suspensos em uma ampla variedade de óleos carreadores. Comumente utilizam-se óleos naturais ou essenciais, ésteres, óleo mineral, isoparafina, silicones e glicóis. A escolha dos óleos depende se a formulação é para peles normais, secas ou oleosas. Os glicóis não são indicados para esfoliantes com açúcar.

ANÚNCIO

Nas formulações com sal, além do cloreto de sódio, outros sais utilizados são cloreto de magnésio, cálcio ou potássio.

O açúcar é um agente antimicrobiano natural que não se decompões com o tempo. Ao contrário dos produtos com sal, eles são menos irritantes e adequados para a pele seca.

Além desses dois abrasivos, outros produtos utilizam também amêndoas, aveia, casca de laranja e pó de rosas, nozes, noz-moscada, cravo e outros ingredientes naturais.

Esfoliantes aquosos

Tradicionais, esses produtos continuam a crescer em utilização no mercado de SPAs. As esferas de massagem dissolvem-se enquanto remove a pele morta e envelhecida para revelar o brilho natural. Esses produtos possuem também agentes umectantes e antioxidantes.

ANÚNCIO

As formulações básicas de esfoliantes aquosos são géis, cremes, pastas e loções. As pastas ou pomadas são formuladas a base de estearato de sódio e ácido esteárico que suspendem as partículas abrasivas. As formulações de géis são sistemas surfactantes aniônicos com agentes gelificantes que suspendem os abrasivos. As emulsões de limpeza são viscosas, o que as permite suspender as partículas abrasivas.

Os abrasivos utilizados nestes produtos são esferas de polietileno, polipropileno e celulose, bem como pedra-pomes e pó de nylon. Também utilizam-se conchas e sementes, como as da nogueira, amendoeira, algodoeiro, jojoba, girassol, melancia e uva, além de fibras naturais como sisal e bambu. Some a estas opções uma infinidade de outros ingredientes desenvolvidos especialmente para este fim.

De maneira geral, a performance de um esfoliante depende do abrasivo solúvel ou insolúvel utilizado na formulação. No entanto, outros benefícios podem ser associados ao tratamento através da adição de condicionantes tais como minerais, óleos naturais, emolientes, vitaminas, antioxidantes, ativos pró-envelhecimento e outros.

Opinião do autor: Minha opinião já foi expressa durante o texto, no entanto, é sempre importante ressaltar que a esfoliação é apenas um passo dos cuidados com a pele. Alguns autores dizem existir cinco passos:

  1. limpeza
  2. esfoliação
  3. tonificação
  4. hidratação
  5. proteção

ANÚNCIO

Logo já teremos abordado esses cinco estágios. Gostaria de pedir que deixassem sugestões de novos temas nos comentários dos posts ou encaminhassem por e-mail, pois apenas assim poderei postar os assuntos mais pedidos e agradar a maioria dos leitores. Gostaria de agradecê-los pelas visitas, pois em apenas um mês de Blog já alcançamos as 400 visitas (que era a meta para os primeiros quatro meses). Muito obrigado!

Artigo original: Kanga, V. Exfoliating Cleansers. Disponível em: http://www.specialchem4cosmetics.com/services/articles.aspx?id=2382&lr=fbcos0728&li=3821. Acesso em 01/10/2007.

4 Comentários
  1. ADRIANA CHAVES Diz

    Para registro…

    Medo. Tenho pânico desse negócio de esfoliação. Sempre que fiz, eclodiram espinhas gigantes, 24 horas depois. Sempre que vou passar, o faço bem devagar..de leve – nem sei se adianta para a função a qual o produto se propõem – mesmo assim no dia seguinte lá estão elas. Não tem saída para quem tem pele muuuuuuuuuito oleosa?

  2. Gustavo Boaventura Diz

    Adriana,
    a esfoliação é segura. Claro que não precisa ser feita todos os dias (nem na pele oleosa). O fato de surgirem espinhas após a esfoliação pode estar ligado aos 5 cuidados básicos com a pele. É comum as pessoas pularem um desses passos.
    A forma de aplicação deve ser vigorosa porém suave. Ou seja, não deve haver certa pressão dos dedos indicador e anelar contra o rosto e os movimentos devem ser lentos.
    A saída para quem tem pele oleosa é não “lutar” contra a oleosidade da pele. Preferir utilizar produtos em gel ou com toque seco no rosto, não tomar banhos muito quentes, alimentar-se forma balanceada e ingerir bastante liquido durante o dia. Além disso, seguir esses passos de limpeza e hidratação da pele sempre a noite.
    Espero ter contribuído. Obrigado pela visita e pelo comentário!

  3. Sandra Laiber Diz

    Descobri vocês recentemente, achei muito bom este artigo! Sempre ficava em dúvida sobre a eficácia da esfoliação. Quanto a tonificação, ela é realmente necessária? Obrigada!

    1. Cosmética em Foco Diz

      Obrigado Sandra! Sinta-se à vontade para comentar e enviar dúvidas. A tonificação é recomendada sim.

Comentários estão fechados.