Descrição da fórmula

Nesta fórmula de Leite de Coco Hidratante para o corpo, a glicerina (Glycerin) é o principal ingrediente responsável pela hidratação / umectação da pele. A goma xantana (Xanthan Gum) melhora o sensorial e a reologia do fluido. O óleo de rícino hidrogenado (PEG-40 Hydrogenated Castor Oil) ajuda a manter o óleo de coco (Cocos Nucifera (Coconut) Oil) mais tempo disperso no fluido antes de voltar a separar, como acontece em um leite de coco tradicional. O óleo de coco, por sua vez, ingrediente principal da fórmula, tem ação emoliente e sinérgica à glicerina, formando filme sobre a pele que auxilia na hidratação da pele.

Fórmula percentual

IngredienteFunçãoConcentração
1AquaVeículo44,5000%
2Xanthan GumEspessante0,1000%
3GlycerinUmectante8,0000%
4Cocos Nucifera (Coconut) OilEmoliente4,0000%
5PEG-40 Hydrogenated Castor OilSolubilizante2,0000%
6ParfumPerfume0,2000%
7Phenoxyethanol (and) Methylparaben (and) Ethylparaben (and) Propylparaben (and) Butylparaben (and) IsobutylparabenConservante1,0000%
8AquaVeículo40,0000%
9Citric Acid 50%Neutralizante0,2000%
TOTAL100,000%

Vem formular com a gente!

Artigo anteriorGlycerin
Próximo artigoLiving coral é a cor do ano de 2019
O cformula é uma iniciativa inédita do Cosmética em Foco que publica vídeos gratuitos sobre fórmulas e matérias-primas cosméticas para educação, ensino e capacitação de profissionais da indústria cosmética. Aviso legal: As formulações aqui apresentadas gratuitamente e de boa fé são sugestões de aplicação de ingredientes cosméticos para ensino e demonstração de uso das respectivas matérias-primas. Não nos responsabilizamos por mau uso de ingredientes. Recomendamos que somente sejam aplicadas em seres humanos ou comercializadas, fórmulas que já tenham passado por estudo de estabilidade e avaliação de segurança. Também recomendamos verificar a conformidade com legislação vigente e patentes depositadas nos países em que o seu produto venha a ser comercializado. Os conservantes utilizados nas fórmulas são sugestões de uso de tais matérias-primas seguindo recomendações dos fabricantes. Sua eficácia deve ser verificada a partir de um teste de desafio do sistema conservante (challenge test).