Descrição da Fórmula

Nesta fórmula de shampoo neutro (BA0001), utilizamos Lauril Éter Sulfato de Sódio, Cocamidopropil Betaína e Cocamide Dea. Ela pode ser usada como referência em testes de eficácia e desempenho de produto em mechas ou em voluntários. O ponto-chave aqui é o pH, que deve estar entre 4,5 e 5,5.

Um shampoo neutro é usado para quando se deseja exclusivamente a limpeza dos cabelos e couro cabeludo. É o famoso shampoo sem agentes condicionantes, muito utilizado em testes comparativos de desempenho de produtos. Quando se compara o resultado de um produto novo versus o resultado do tratamento dos cabelos com um shampoo sem agentes condicionantes.

 

Fórmula Percentual

 IngredienteFunçãoConcentração
1AquaVeículo50,00%
2Sodium Laureth Sulfate 27%Tensoativo 1°30,00%
3Cocamidopropyl BetaineTensoativo 2°10,00%
4Cocamide DeaSobrengordurante4,00%
5ParfumPerfume0,25%
6Phenoxyethanol (and) Benzoic Acid (and) Dehydroacetic AcidConservante0,50%
7Citric Acid 50%Ajuste de pH0,06%
8Sodium ChlorideEspessante0,10%
8AquaVeículo5,09%
TOTAL100,00%

 

Vem formular com a gente!

Artigo anteriorCondicionador Neutro – DA0001
Próximo artigoÓleo Capilar com Óleo de Coco e Óleo de Hortelã – EC0001
O cformula é uma iniciativa inédita do Cosmética em Foco que publica vídeos gratuitos sobre fórmulas e matérias-primas cosméticas para educação, ensino e capacitação de profissionais da indústria cosmética. Aviso legal: As formulações aqui apresentadas gratuitamente e de boa fé são sugestões de aplicação de ingredientes cosméticos para ensino e demonstração de uso das respectivas matérias-primas. Não nos responsabilizamos por mau uso de ingredientes. Recomendamos que somente sejam aplicadas em seres humanos ou comercializadas, fórmulas que já tenham passado por estudo de estabilidade e avaliação de segurança. Também recomendamos verificar a conformidade com legislação vigente e patentes depositadas nos países em que o seu produto venha a ser comercializado. Os conservantes utilizados nas fórmulas são sugestões de uso de tais matérias-primas seguindo recomendações dos fabricantes. Sua eficácia deve ser verificada a partir de um teste de desafio do sistema conservante (challenge test).