Início » Publicações » Ingredientes » Emolientes com propriedades antioxidantes

Emolientes com propriedades antioxidantes

ANÚNCIO

Os emolientes são os principais ingredientes dos produtos cosméticos, pois são os grandes responsáveis pelo sensorial do produto. Um correta seleção dos emolientes proporciona a melhor experiência sensorial para o consumidor.

Além disso, alguns óleos naturais têm sido utilizados para auxiliar na fotoproteção e na minimização dos danos da radiação UV na pele. Para isso eles precisam ser moderadamente resistentes à oxidação e rancificação para garantirem um produto estável durante todo o período de validade. Mas para ajudar nesse aspecto, a embalagem do produto pode ajudar e muito, limitando a passagem de oxigênio para o interior do frasco e minimizando o contado do produto com a radiação UV, para que estes emolientes exerçam suas atividades antioxidantes apenas em contato com a pele. Outra opção são os óleos encapsulados que apresentam menor contato com o oxigênio presente no ar, sendo menos suscetíveis à oxidação.

Os óleos naturais são boas fontes de tocoferóis e fitosteróis, componentes que apresentam propriedades antioxidante e bioativa. Os óleos de canola, girassol e soja, por exemplo, são ricos em ácidos graxos poliinsaturados, tais como o linoléico (ômega-6) e o linolênico (ômega-3).

O óleo de abacate é um emoliente antioxidante extraído da semente do abacate.
O óleo de abacate é rico em ácido linolênico, um antioxidante natural.
Foto: dashu83 / Freepik.

O óleo de germe de trigo é um antioxidante com mais Vitamina E que qualquer outro óleo natural, o que o torna mais resistente à ação da luz e do calor que outros óleos vegetais. Também apresenta traços de Vitamina A, Vitaminas do complexo B e lecitina. Ele é utilizado como emoliente para peles secas e irritadas. Como este óleo possui propriedades regenerativas ele se torna uma boa escolha para formulações anti-sinais.

O óleo de abacate é um hidratante profundo e altamente compatível com os óleos naturais da pele. Também é um poderoso antioxidante repleto de clorofila, vitamina E,ômega-3 e ômega-9, que melhoram a saúde e a vitalidade da pele.

O óleo de avelã contém uma fração não-polar (98,8%) quase que completamente composta pode triacilgliceróis majoritariamente de ácidos graxos insaturados, o que resulta em menos oxidação. Este óleo é indicado para produtos cujo objetivo seja proteger a integridade da pele e dos cabelos contra o processo oxidativo.

O óleo de jojoba apresenta excelentes propriedades emolientes e hidratantes, associadas a sua boa estabilidade oxidativa. É um dos ingredientes lipídicos mais utilizados em todo o mundo em produtos anti-sinais.

A manteiga de cacau é uma das gorduras mais estáveis, carregada de antioxidantes naturais que previnem sua rancificação e lhe proporciona um tempo de vida útil de 2 a 5 anos. Ela amacia e lubrifica a pele, auxiliando na redução das marcas de estiramento e cicatrizes. Por isso é muito utilizada em cremes para massagem.

O óleo de amêndoas doces possui presença histórica na restauração da pele seca, irritada e inflamada, além de ser um simples emoliente. Contém 24% de ácido linolênico e uma incrível quantidade de ácidos graxos essenciais (EFA). Muitos massoterapeutas utilizam este óleo como lubrificante.

Por último, a manteiga de karité é utilizada como emoliente e umectante em cosméticos. Rica em vitamina E, um antioxidante e anti-sinais que eleva a microcirculação, também contém os antioxidantes beta-caroteno e vitamina A.

Opinião do autor: usem e abusem de emolientes e óleos vegetais. Só não se esqueçam que vale a pena adicionar um mínimo de antioxidante (o BHT, por exemplo) na formulação para preservar a ação antioxidante destes óleos para a ação local e não para a manutenção da estabilidade do produto. Deixa essa tarefa igualmente nobre para os antioxidantes de formulação. Assim você poderá utilizar de todos os apelos possíveis que a presença destes óleos agrega ao seu produto.

Referência: Kanga, V. Emollients with high antioxidant properties. Disponível em: http://www.specialchem4cosmetics.com/services/articles.aspx?id=3873&lr=fbcos0965&li=30003821, acessado em 19/03/2009.

Gustavo Boaventura

Gustavo Boaventura

Diretor de Conteúdo
Farmacêutico Industrial pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Especialista em Pesquisa & Desenvolvimento de Produtos Cosméticos. Mestre em Comunicação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) com foco no consumo de cosméticos masculinos. Experiência em Pesquisa & Desenvolvimento de produtos capilares.
É o idealizador e criador do Cosmética em Foco e escreve desde 2007.

Todos os textos

comentários

  • Adoro todas as matérias públicadas no site, me interesso muito no assunto, por que sou estudante de Estética e Cosmética.
    O autor ganha excelência em todas as suas publicações.

    Obrigado por vocês estarem me proporcionando ainda mais conhecimento.
    Att, MCC

  • Mary,

    Muito obrigado pelo carinho e pelo interesse no site! São comentários como os seus que nos anima a continuar com o trabalho.

    Fique a vontade para também criticar e sugerir assuntos.

    Att,

    Gustavo.

  • Gustavo, parabéns pelo site, minha esposa me acompanhou durante uma cirurgia, encostou a cabeça em um travesseiro do hospital para me acompanhar e acabou tendo erupções na pele do rosto no começo era bem vermelha agora está com pustulas semelhante a acne, está com dermatologista marcada mas ainda demora, o que seria melhor para ela usar? Ela está tomando antibiótico tetralysal, e usando corticóides tópico, ela deveria usar emolientes e óleos também?

  • Gilson, só quem pode diagnosticar é realmente o médico dermatologista. Ele prescreverá o melhor tratamento para sua esposa. Nesses casos deve-se procurar atendimento de emergência ou um dermatologista com uma agenda mais flexível.

ANÚNCIO

ANÚNCIO

ANÚNCIO