Bloq mousse fotoprotetor FPS 50 FQM Derma

ANÚNCIO

Bloq mousse fotoprotetor FPS 50 FQM Derma

Ingredientes

Aqua, Ethylhexyl Triazone, Diethylamino Hydroxybenzoyl Hexyl Benzoate, Ethyhexyl Methoxycinnamate, Methylene Bis Benzotriazolyl Tetramethyl Butylphenol, Cyclopentasiloxane, Dimethicone Crosspolymer, Dimethicone, Laureth-23, Laureth-4, Acrylates Copolymer, Methylisothiazolinone, Phenoxyethanol, Caprylic/Capric Triglyceride, PEG-12 Dimethicone, Styrene Acrylates/Copolymer, Stearic Acid, Myristic Acid, Lanolin, Sorbitol, Nonoxynol-9/Triethanolamine, Butane, Propane, Isobutane, Parfum (Hydroxycitronellal, Hydroxyisohexyl 3-cyclohexene-carboxaldehyde, Hydroxyisohexyl 3-&-4-cyclohexene-carboxaldehyde, Limonene, Linalool).

Apelos

A proteção solar agora é em mousse. Textura leve e de fácil aplicação. Oil-free. Toque seco. Máxima proteção UVA, muito alta proteção UVB. Não comedogênico.

ANÚNCIO

Avaliação

O site da fabricante reivindica ter inovado ao introduzir no mercado brasileiro um protetor solar de elevado FPS com a textura em mousse. Esta textura pode ser obtida graças à válvula adaptada a uma embalagem para aerossol, cujos propelentes são os gases butano, propano e isobutano (INCI: butane, propane e isobutane). Além disso, a escolha dos ingredientes da formulação também é relevante para a obtenção de uma espuma com as características ideais.

Ainda segundo o site, esta emulsão contém uma composição de quatro filtros solares, ou seja, Uvinul® T150 (INCI: Ethylhexyl Triazone, filtro UVB); Uvinul® MC 80 (INCI: Ethyhexyl Methoxycinnamate, filtro UVB); Uvinul® A (INCI: Diethylamino Hydroxybenzoyl Hexyl Benzoate, filtro UVA) e o Tinosorb® M (INCI: Methoxycinnamate, Methylene Bis Benzotriazolyl Tetramethyl Butylphenol, filtro dispersível UVA/UVB). Os triglicerídeos do ácido cáprico/caprílico (INCI: Caprylic/Capric Triglyceride) são os prováveis solubilizantes desses filtros solares. Os agentes tensoativos são o Laureth-23, o Laureth-4 e o Nonoxynol-9/Triethanolamine, aliados ao PEG-12 Dimethicone, um silicone emulsificante que também é estabilizador de espuma (uma função importante para a textura em mousse). Os copolímeros de acrilato e de estireno (INCI: Acrylates Copolymer, Styrene Acrylates/Copolymer) funcionam como agentes suspensores que conferem maior estabilidade à emulsão, sendo que o Styrene Acrylates/Copolymer têm efeito opacificante também (deixa a fórmula mais branca).

Os demais silicones (Cyclopentasiloxane, Dimethicone e Dimethicone Crosspolymer) estão relacionados ao aspecto sensorial do produto, com o propósito de facilitar a espalhabilidade sobre a pele e conferir toque seco. O polímero cruzado de dimeticone (Dimethicone Crosspolymer), por sua vez, é particularmente interessante em produtos com textura em mousse, devido a sua capacidade de contribuir com a manutenção da estrutura da espuma.

Além disso, outros ingredientes presentes são: o Sorbitol, que tem propriedades higroscópicas, e os compostos graxos (Stearic Acid, Myristic Acid e Lanolin) com ação oclusiva e retentora de água. Já os conservantes antimicrobianos presentes nesta formulação são o Phenoxyethanol e a Methylisothiazolinone. A propriedade oil free pode ser confirmada pela ausência de conservantes antioxidantes na fórmula.

ANÚNCIO

Opinião: A aplicação do produto é realmente leve e fácil sobre a pele lisa. A pele absorve rapidamente, de modo que não há sensação de resíduo (toque seco), o que pode ser interessante para se combinar com o uso de maquiagens. O seu leve odor não incomoda, como ocorre com outros protetores de elevado FPS. No entanto, aplicar o produto em uma região pilosa (sobre a barba, por exemplo) já não é uma tarefa fácil. A espalhabilidade da espuma fica comprometida nesses casos, deixando a pele com aspecto esbranquiçado. Possivelmente, o produto foi desenvolvido pensando-se somente em consumidores do sexo feminino.

Você pode consultar o provável pedido de patente relacionado a este produto aqui!

(Uvinil® e Tinosorb® é marca registrada da BASF S.A.)

6 Comentários
  1. Raffael Oxn. Diz

    em voce ficou com o efeito white cast ?

  2. Ivan Souza Diz

    Olá Raffael,

    Apesar de não ter nenhum filtro inorgânico, eu pude observar sim um efeito "white cast", isto é, o aspecto esbranquiçado, especialmente sobre a barba. É claro que se eu insistisse no espalhamento da mousse, o efeito reduzia. Mas como se trata de um produto que deveria ter fácil espalhabilidade, isso não é o ideal! Provavelmente, a falta de ésteres de cadeia curta (que facilitam a espalhabilidade, mas podem reduzir o toque seco), a presença de um filtro insolúvel (o Tinosorb M) e de um opacificante é que conferem essa característica!

    Obrigado por acompanhar o blog!
    Ivan

  3. Rafael Oxn. Diz

    Então cara eu desconfiava que esse tbm deixava o efeito white cast … recentemente a vichy lançou algo parecido em mouse o " Capital Soleil BB Aera Mousse FPS 30" não comprei (ainda) prq a versão em creme tem o efeito e acredito que esse tbm …

  4. Ivan Souza Diz

    Eu ainda não tive a oportunidade de verificar a formulação deste produto da Vichy, mas acredito que se eles usaram os mesmos filtros na composição da mousse, provavelmente o efeito será o mesmo da versão em creme!

  5. Patricia Diz

    Olá Ivan, ótimo artigo. Fiquei apenas com uma dúvida: poderia detalhar o que quis dizer em “… A propriedade oil free pode ser confirmada pela ausência de conservantes antioxidantes na fórmula.”?

    Obrigada

    1. Cosmética em Foco Diz

      Olá Patricia, obrigado por entrar em contato com a gente! Apesar de não haver uma definição técnica ou legal, a propriedade “oil free” normalmente é entendida pelos consumidores e formuladores como a ausência de compostos com a palavra “oil” na lista de ingredientes, como os óleos vegetais, minerais ou mesmo alguns componentes sintéticos. Contudo, quando tais óleos estão presentes, há uma cultura de se acrescentar um conservante antioxidante (ex.: vitamina E, vitamina C, BHT etc.) para prevenir contra a oxidação e rancificação dos óleos, o que eventualmente ocasiona mal cheiro, gera radicais livres (íons peróxidos etc.) e pode afetar a química de outros ingredientes, inclusive dos filtros solares. A adição de antioxidantes não é uma regra, nem lei, mas é uma prática comum entre formuladores, principalmente formuladores da “velha escola”. Digo velha escola porque nos dias de hoje o uso de vitaminas em cosméticos assume mais um caráter de apelo de marketing, que técnico (na minha opinião)! Portanto, a ausência de antioxidantes nesta formulação é mais um indicativo do conceito ‘oil free’. Vale lembrar que alguns fabricantes de ingredientes já adicionam antioxidantes em alguns de seus produtos. Logo, convém verificar a ficha técnica ou de segurança para observar a presença de estabilizantes na matéria-prima. Um abraço!

Comentários estão fechados.